COVID-19: PREFEITURA DECIDE INCLUIR IDOSOS DO LAR VICENTINO NA 1ª ETAPA DE VACINAÇÃO

42
280
Boa notícia: 20 idosos do Lar Vicentino Padre Lauro de Nova Serrana foram contemplados com a 1ª dose da Coronavac nesta quinta-feira (21). Além deles, 17 funcionários do local também serão imunizados neste primeiro momento. De acordo com o gerente administrativo Anderson Santana, hoje, alguns dos trabalhadores já foram vacinados. O restante será amanhã (22). “O sentimento é de muita esperança, não só pra gente, mas para todos. Dá um certo alívio”, relata Santana.
Ainda segundo Anderson, até o momento, um óbito por covid-19 no Lar Vicentino foi registrado no dia 13 de janeiro. Trata-se de um senhor de 65 anos, em fase terminal de câncer. “Ele foi internado e fomos informados que tinha testado positivo. No mesmo dia testamos todos os outros residentes e funcionários e todos deram negativo”, contou. A vítima da doença era acamada e ficava em um quarto sozinha, motivo pelo qual a administração acredita que ela tenha sido infectada fora do Lar Vicentino.
Apenas na tarde desta quinta-feira a imprensa foi informada sobre a inclusão dos residentes e funcionários do Lar Vicentino na primeira fase da vacinação, após a Prefeitura enviar uma nota de esclarecimento. Isso porque na coletiva de imprensa realizada na terça-feira (19), no Centro Administrativo, o prefeito Euzebio Lago (MDB), e a Secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato, não mencionaram sobre os residentes e funcionários da Vila Vicentina serem vacinados nesse primeiro momento. Na ocasião, a responsável pela pasta da saúde havia informado que apenas os servidores da saúde, que atuam na linha de frente contra a Covid-19 receberiam a vacina: 80 profissionais do ambulatório covid da UPA; 68 do CTI e enfermaria covid do Hospital São José; e 29 funcionários do Samu.
A expectativa é de que a vacinação desse grupo termine até domingo (24).
Embora os municípios tenham autonomia para elaborarem seus próprios planos de imunização, a medida vai de encontro ao Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. O governo Federal definiu pelos grupos prioritários da chamada fase 1: trabalhadores de saúde, pessoas institucionalizadas (que residem em asilos) com 60 anos de idade ou mais, pessoas institucionalizadas com deficiência e população indígena aldeada.
JORNAL GAZETA DE NOVA SERRANA, NOTÍCIA E INFORMAÇÃO EM 1° LUGAR! PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP: (37)99972-8787

42 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here