FEIRA DE ARTESANATO É SUSPENSA EM NOVA SERRANA

0
117

 

Desde março de 2022, a população de Nova Serrana conta com mais uma programação cultural: a Feira de Artesanato na Praça da Lagoa aos sábados. O evento, realizado apenas um sábado por mês, já se tornou o queridinho por quem passa pelo local. Mas, ao que tudo indica, chegou ao fim – ao menos temporariamente.

Isso porque, segundo a Prefeitura, apenas uma pessoa tinha direito a expor seus trabalhos, uma vez que o alvará é individual e o espaço vinha sendo utilizado por mais artesãos. O ofício de cassação do alvará foi assinado pela Secretária Municipal de Educação e Cultura de Nova Serrana, Neusa Lago, no dia 1º de dezembro.

  • Legislação Municipal

A Lei Municipal 2.037/2009, que autoriza a implantação da Feira Livre de Artes e Artesanato, prevê que os artistas plásticos e os artesões, como ainda, os comerciantes que queiram participar da feira, devem ser cadastrados pela Secretaria Municipal de Cultura e estarem credenciados pela mesma a participarem do evento.

  • Nota do Poder Executivo

Em nota à imprensa, a prefeitura disse que lamenta a suspensão da feira e justificou a medida com base na Lei Municipal Nº 2.037/09. Conforme o governo, “a autora do pedido sublocou um espaço público concedido, permitindo o exercício da atividade autorizada a pessoas não credenciadas”, disse.

A prefeitura ainda usou outros três argumentos para sustentar a ação:

– “O cancelamento se deu ainda pela utilização do espaço (Praça do Jardim do Lago) por uma ação da Câmara Municipal, que utiliza uma carreta do Senac para o oferecimento de cursos de gastronomia”. Porém, de acordo com a própria agenda do Senac, as capacitações terminam nesta quarta-feira (7), além de nunca terem sido realizadas aos sábados.

– “A decoração de natal e o comércio já existente na praça (trailers) prejudicam o conforto e segurança no entorno”. Embora a decoração esteja nas árvores e na cerca da lagoa e os trailers atuem no período noturno e não diurno.

Entramos em contato com a assessoria de comunicação, mas não obtivemos retorno até o momento desta publicação.

  • O que querem os artesãos

A Feira de Artesanato era realizada entre 7h e 15h e contava, em média, com 15 expositores.

A artesã Claudiane Santos que expõe na feira desde sua criação, desabafa que o sentimento é de desânimo com o cenário local. “Sentimentos de revolta, frustração, tristeza, desânimo com a cultura. Uma Secretaria de Cultura que não oferece absolutamente nada de apoio para os artesãos de Nova Serrana, não tem incentivo. A feira é uma iniciativa dos próprios artesãos, porque a prefeitura não deu esse apoio. Então nos unimos, não pedimos a prefeitura ajuda de nada, nem de palanque, som, banheiro químico, absolutamente nada. A única coisa que queremos é o espaço público para trabalhar”, disse.

Ainda segundo ela, apenas nesta segunda-feira (5), quando os expositores foram ao Centro Administrativo, tomaram ciência de que o alvará é individual.

O Jornal Gazeta tentou entrar em contato com a artesã que teve o alvará cassado, mas também não teve resposta até o momento desta publicação.

JORNAL GAZETA DE NOVA SERRANA, NOTÍCIA E INFORMAÇÃO EM 1° LUGAR! PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP: (37)99970-8780

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here