QUASE METADE DOS FOCOS DE MOSQUITOS EM NOVA SERRANA EM FRASCOS COM ÁGUA

1
62

O segundo Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2024 foi realizado pela Vigilância Epidemiológica de Nova Serrana entre os dias 20 e 22 de maio.

 

O resultado do Índice de Infestação Predial (IIP) foi de 1,9%, o que proporciona ao município a avaliação de médio risco para uma epidemia de arboviroses. Bem como apresenta uma queda significativa em relação à avaliação de janeiro, quando o levantamento apontou 8%.

 

Segundo o levantamento, encerrado na quarta-feira, 22, a predominância de focos do mosquito está concentrada em frascos com água. Os objetos do grupo B tiveram um índice de 40,4% (vasos, frascos com água, bebedouros em geral, recipientes de degelo, pequenas fontes ornamentais e materiais de construção). Os do grupo C registraram 23,4% (tanques, depósitos em obras, borracharias, hortas, calhas e lajes em desníveis, sanitários em desuso, piscinas não tratadas, caixas de inspeção/ passagem). Os do grupo A2 marcaram uma infestação de 14,9% (depósitos ao nível do solo: consumo doméstico, barril, tonéis, tambor, tanque, cisterna). No grupo D2 foi de 12,8% (lixo, recipiente plásticos, garrafas, lata, sucatas em pátios, ferros velhos recicladores e entulhos). O grupo D1, registrou 6,4% (pneus, e outros materiais rodantes). Por fim, o grupo A1, com 2,1% (caixa d’água ligada à rede).

 

Trabalho e parceria

A Vigilância Epidemiológica segue em parceria com a secretaria de Educação desenvolvendo o projeto Gincana das Endemias, nas escolas municipais Maria Rosa — no bairro Planalto; Frei Ambrósio (no Novo Horizonte); Alice Cândida — no Romeu Duarte; Prof. Beatriz Rita, do Frei Paulo; José Belchior — Bela Vista; Prof.ᵃ Eliana Francisca — no São Geraldo e Antônio Lacerda — no Cidade Nova.

 

A Vigilância mantém parceria com a coordenadoria da Atenção Primária, desenvolvendo o Programa Saúde na Escola, juntamente com as unidades de saúde dos bairros correspondentes às unidades escolares do programa.

 

Em parceria com o Sindinova e com as solicitações das fábricas de calçados, as palestras na Semana Interna de Prevenção de Acidente do Trabalho – Sipat são realizadas com regularidade, trabalhando temas alusivos às arboviroses. As unidades de saúde também recebem palestras, bate-papo e rodas de conversa, visando informar e orientar a população.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here